diego dacal

Qual o motivo das Organizações Globo não usarem mais links no Facebook?

Acho bom começar dizendo que eu não faço a mínima ideia e não vejo lógica nisso.

O Globo não usa mais links

Durante a última semana o mundo das Mídias Sociais no Brasil estremeceu, após uma ordem das Organizações Globo que proibem seus canais (G1, O Globo, Tech Tudo e outros) de publicarem links para as notícias em suas páginas do Facebook.g1-nova-estrategia

Um dos argumentos que muitos dos especialistas e gurus do mundo da Internet vem utilizando como justificativa para tal ação, é que esses canais vem perdendo tráfego para a rede do Zucka e precisavam estimular a ida dos usuários para o site. Eu juro que não vejo lógica alguma nessa explicação. A ideia de um link é justamente fazer a conversão para o site de maneira mais fácil e retirar o link vai só reduzir o número de acessos atráves de referral traffic.

Das três páginas que mencionei acima, O Globo e Tech Tudo mantiveram a mesma estratégia antes da imposição da regra, postando imagens, com títulos da notícia um pouco explicativos e a fonte da fotografia usada. Já o G1 (muitas vezes visto como referência em usabilidade no Brasil), mudou um pouco sua estratégia na rede. O portal de notícias agora publica o que há de principal no momento publicado no site, em uma imagem com 3 três manchetes.

Curiosamente, ou não, o nível de engajamento nas notícias não diminuiu e os jornais mantém os números de compartilhamentos, likes e comments muito parecidos com o período anterior a esta definição. Isto me faz pensar que o motivo dos usuários não converterem para o website não é por conta de link ou não link, é porque a forma de consumir notícias e conteúdos na internet mudou. Na verdade não, não mudou muito. As pessoas continuam lendo o título da notícia e acessando apenas o que lhes interessa, mas muitas vezes apenas o título é suficiente para “entender” a notícia.

Por ser da área de métricas e monitoramento, pensei que esta definição poderia estar relacionada a medir o quanto a página oficial dos canais influenciam o público e analisar se estas páginas que ditam o tráfego para o site ou a audiência compartilha os links por si só. Mas acredito que eles não chegariam tão longe nesta análise, pelo que ouvi falar da empresa e de onde veio essa ordem.

Comentários

Seja o primeiro a comentar neste post!

Deixe um comentário