diego dacal

Influência em redes sociais. Como analisar?

A materialização de “influência” parece ser o santo graal dos social media hoje em dia. Mesmo antes um pouco do meu mestrado, quando estudei os reflexos das eleições da espanha em 2011 no Twitter, eu comecei a pensar nessa direção, mas sempre enfrentando barreiras e sempre me perguntando “como influencia se materializa em redes sociais na internet?”

Comecei a pesquisar e acabei esbarrando com um psicólogo norte-americano chamado Robert Cialdini que tem define influência de forma bem prática e possivelmente aplicável automaticamente através de um algoritmo em um conjunto de conteúdos e relacionamentos para ajudar na identificação da materialização dessa tal influências em uma rede.

Pois, parece complexo e realmente é bastante. Venho trabalhando há alguns meses de forma empírica no tema, desenvolvendo um algoritmo em PHP, fazendo testes dentro do Twitter (obrigados a quem me ajudou construindo uma base controlada com a hashtag #ajudadacal), através do monitoramento de algumas hashtags em específico.

Agora, finalmente, consegui estabelecer uma pesquisa de verdade e estou monitorando a hashtag #eleicoes2014 no Twitter e criando uma rede de relacionamento entre os usuários que a utilizam. Já estou implementando, por padrão, alguns cálculos do que acredito materializar uma ideia de influência e estou planejando a implementação de outros com base no banco de dados que tenho constrído.

Até o momento já consegui processar 1012 usuários únicos usando a hashtag e percebi mais de 11 mil relações entre eles, em um grafo bidirecional, com seguidores e seguidos. Já é possível observar alguns comportamentos similares a alguns que percebi na minha pesquisa na Espanha e algumas batalhas por share de comunicação na rede.

O grafo gerado abaixo tende a levar muito em consideração o tamanho da rede de um nó, o que, de fato, tende a gerar influencia. Em um próximo release vou me focar em analisar sub-redes de nós que considero relevantes e tentar dar mais relevância a diferentes comportamentos na hora de produzir conteúdo.

elections graph

Comentários

Seja o primeiro a comentar neste post!

Deixe um comentário