diego dacal

Sobre a Fotografia

Como vocês podem ver no meu flickr, eu fiz uma viagem para o Quebec e algumas outras também para Argentina, Chile etc. Eu tenho ficado muito satisfeito porque muitas pessoas têm me falado que as fotos estão lindas e que eu estou melhorando muito na fotografia.
Mas o que eu estava pensando é exatamente o inverso disso tudo. No meu flickr eu só coloco fotos altamente pensadas, penso em todos os detalhes(ou ao menos tento pensar), o que pode ou não compor a cena, onde é melhor que os elementos fiquem, como está a luz, onde está o sol, como eu posso fazer uma pós produção nela e tudo mais que gira em torno da fotografia digital e seus braços. E por mais que pensem: “nossa, que legal pensar nisso tudo, deve ter ótimas fotos…”, eu não tenho achado isso, eu acho que sim, melhorei muito na fotografia, isso é altamente perceptível quando olho fotos antigas e novas, e qualquer um que tivesse uma câmera e a vontade de melhorar iria aprender.
O grande problema é que o que eu ganhei em técnica e em fotografia bonita eu perdi o puro senso documental da viagem. Eu me limito muito à uma boa luz, a um bom enquadramento e tudo isso de técnica da fotografia, se a cena não está como eu gostaria, eu simplesmente não faço a foto, e acho que eu perco muitíssimo com isso, porque, como há uns dias, quando vou olhar as fotos por pura lembrança, eu vejo que perdi muitas fotos que poderia ter feito, mesmo com “tudo ruim”.
O que eu quero dizer aqui é que técnica é muito importante para boas fotos, pensar é muito importante para boas fotos. Mas o que não pode ser perdido é o momento, afinal, a fotografia em sua essência são momentos, e eles passam, nunca mais vou ter a chance de “tirar” uma foto junto com as pessoas tão legais que conheci pelas minhas viagens, nunca mais vou ter aquela cena com a luz toda errada, aquela cena com uma grade de obra, ou chovendo, ou nublado, ou mesmo só de mim (de 700 fotos eu apareço em no máximo 20).

09/01/2008

Comentários

  • 10/01
    10:30

    Como o Chris Andersen da Magnun disse numa palestra dele. Um dia ele viu que fazia mais fotografia técnica que com emoção e por isso passou a usar uma Olga.
    Eu mesmo tenho pensado nessas coisas as vezes mesmo não pensando tanto ao fazer uma fotografia, mas mesmo assim vou mandar a Olympus Trip pro conserto e voltar a usá-la.

  • 22/05
    14:09

    perfeccionismo isso não é não? deve ser chatão fazer algo que vc sabe que poderia ser melhor..mas sei lá não pensa mt e faz.. =]

Deixe um comentário